O excesso de burocracia torna longo o caminho para se abrir ou fechar uma empresa no Brasil. Quando um empresário passa muito tempo lidando com a burocracia, tem menos tempo para cuidar da qualidade do seu produto e do que envolve a excelência da entrega para o cliente.

Existem caminhos que podem facilitar este processo?

Buscando respostas para esta pergunta, a gerente adjunta da Unidade de Políticas Públicas do SEBRAE Nacional, Sra Inês Schwingel, realizou um comparativo nos procedimentos para abertura de empresas em 5 países – Portugal, Nova Zelândia, Colômbia, Austrália e Canadá, todos muito bem classificados nas pesquisas mundiais que medem a facilidade para abertura de negócios nos países.

Os países em questão vêm, há anos, investindo em políticas que facilitam a formalização de pequenos negócios e são referência no processo de desburocratização.

O Brasil está em pleno processo de implementação de soluções que podem melhorar significativamente esses procedimentos. Por acreditar que a desburocratização melhora o ambiente de negócios, o Sebrae identificou a desburocratização como prioridade.

Veja, em anexo, a íntegra da pesquisa.

Anexos

Comparativo Países.pdf (628770)
Recomende este artigo
VOLTAR PARA DOCUMENTOS

Seja o primeiro a comentar

Resposta enviada. Aguardando aprovação.

500

Enviar comentário